Tudo que você precisa saber sobre aumento peniano

Média do tamanho do pênis no Brasil e no mundo

No mundo, a média de comprimento do pênis ereto varia entre 13 a 14 cm (dependendo da pesquisa). No Brasil, essa média oscila entre 14 a 15 cm. Logo, se o indivíduo tiver um pênis ligeiramente menor ou maior do que esses comprimentos, ele estará dentro dos padrões.

O ideal é que o indivíduo se sinta satisfeito com relação ao comprimento do próprio pênis, já que a mulher só sente prazer nos primeiros 3 a 4 cm da vagina. Assim, do ponto de vista do prazer sexual feminino, a espessura é mais importante do que o comprimento.

Tamanho ideal do pênis conforme a idade

Segundo uma pesquisa feita em 2009 pelo “Disque Adolescente” – telefone de dúvidas que os adolescentes podem usar para se informarem sobre eles mesmos -, 50% dos garotos que ligaram para lá estavam insatisfeitos com o tamanho de seu pênis.

Normalmente os questionamentos que os jovens fazem quanto ao tamanho de seu pênis se deve a conversas tidas com outros garotos. Não é nenhuma novidade que grande parte dos homens dá ao seu pênis alguns ou muitos centímetros a mais do que eles realmente têm. Por mais que uma pequena porcentagem desses jovens apresente um pênis avantajado, cerca de 80% do total estará na média.

Por volta dos 15 a 17 anos de idade, o pênis da maioria dos garotos atinge o tamanho que se manterá durante a fase adulta. Porém, em uma parcela da população masculina, o pênis poderá continuar crescendo até os 21 anos de idade. Cada corpo possui características específicas. Às vezes, garotos de 18 anos ainda estão em uma fase de crescimento super acelerada. O contrário também poderá ocorrer, ou seja: alguns garotos podem crescer bastante até os 12 ou 13 anos, momento em que o crescimento é interrompido. Assim, os amigos, que exibiam tamanhos inferiores, acabam igualando-os ou superando-os. Portanto, não há uma regra explícita com relação a isso.

Embora as classificações de tamanho do pênis por faixa etária sejam extremamente imprecisas, já que a oscilação entre os tamanhos penianos é bem significativa entre um homem e outro, os médicos consideram “normal” um pênis ereto com comprimento entre 8 a 9 cm entre garotos com cerca de 12 anos de idade. Já para indivíduos com idades próximas dos 16 anos, os médicos entendem que o comprimento médio do pênis varia entre 13 a 14 cm.

Texto relacionado: você sabia que existem diferentes tipos de pênis? Descubra qual é o seu clicando aqui.

Problemas atrelados ao hormônio do crescimento

Os médicos usam essa escala aproximada dos tamanhos penianos para identificar problemas de crescimento, pois se o pênis apresentar um tamanho muito inferior a essa média, por exemplo, 4 ou 5 cm a menos, é possível que esse indivíduo tenha problemas de crescimento vinculados não apenas ao pênis, mas ao corpo todo. Eventualmente, o indivíduo poderá não ter hormônios do crescimento em quantidades ideais. Nestas situações, deve-se procurar por um médico endocrinologista para verificar as causas do distúrbio.

Tamanho do pênis e herança genética

É importante mencionar que o tamanho do pênis é prioritariamente definido geneticamente, o que igualmente se aplica aos seios, bumbum, dedos, braços, cabeça e orelhas. Logo, o tamanho do pênis é herdado dos pais.

Problemas associados a pênis grandes

Independentemente do tamanho de seu pênis, o mais importante é que o indivíduo saiba fazer bom uso de seu genital. Existem muitos homens que possuem pênis de 20 cm ou mais, e que relatam ter dificuldades para transar ou sentir prazer, pois não conseguem penetrar todo o pênis na hora do ato sexual. Logo, ter um pênis “gigante”, na prática, pode não ser algo tão legal assim.

Quanto mede o maior pênis do mundo?

O maior pênis do mundo tem 48 cm e pertence a um negro africano. A título de curiosidade, esse indivíduo não tem uma vida sexual muito ativa, afinal, se o sangue for deslocado para o pênis a fim de deixá-lo ereto, há considerável risco de morte devido à insuficiência sanguínea em alguma outra região do corpo. Nesse caso há uma grande dificuldade em obter uma ereção.

6 maneiras para aumentar o pênis

Cabe ressaltar que todos os métodos que aumentam o tamanho real do pênis, com muita sorte conseguem ampliá-lo em até no máximo 3 cm. Assim, em vez de ficar irritado com o tamanho de seu pênis, o melhor poderá ser simplesmente aprendê-lo a usá-lo de acordo com seu comprimento.

Entretanto, se você realmente quiser aumentá-lo em comprimento e/ou espessura, poderá seguir uma ou todas as dicas listadas abaixo, porém, é necessário sempre ter cuidado, principalmente com relação à utilização da bomba peniana e do extensor.

1) Emagrecer

A primeira dica para aumentar o tamanho do pênis é emagrecer. O fato de o indivíduo estar mais gordo não necessariamente diminui o tamanho de seu pênis, entretanto, uma parte do órgão acaba ficando alojada na barriga, o que causa a sensação de que o pênis é menor do que ele realmente é.

barriga-gorda

Esse efeito é pior em se tratando da chamada de “barriga de chope”, posicionada bem acima da linha da cueca. Assim, a gordura acaba crescendo sobre a base do pênis, encobrindo-o. Se a barriga for muito protuberante, o pênis também poderá sofrer certo “encolhimento”. Além disso, nesse caso dificilmente o homem conseguirá penetrar completamente a mulher, já que sua barriga irá atrapalhar.

Cortar um pouco os pelos ao redor do pênis também ajuda a fazer com que ele se sobressaia. Na verdade, ele não irá aumentar em nenhum dos dois casos, mas ficará mais visível. Isso pode ser interessante, pois o mínimo ganho de tamanho visual já poderá suficiente para que o homem se sinta mais confortável e com menos vergonha na hora de tirar a calça.

2) Parar de fumar

parar-de-fumar-faz-crescer-o-pinto

Se você é fumante e acha que seu pênis é pequeno, pare de fumar, somente isso aumentará o comprimento real de órgão genital em até 2 cm. A ereção ocorre devido ao deslocamento do sangue, que preenche os corpos cavernosos do pênis. Ao fumar, o indivíduo atrapalha o bom funcionamento dos sistemas cardiovascular e pulmonar, ambos com importante atuação na circulação sanguínea. Logo, se o sangue não circula corretamente, ele não chegará ao pênis como deveria, e, consequentemente, não haverá uma ereção satisfatória.  Ademais, parando de fumar, o indivíduo ainda estará proporcionando um enorme bem para sua saúde.

3) Uso de bombas penianas

Existe o mito de que a bomba peniana consegue aumentar um pênis de 11 cm para 18 cm. Na verdade, isso não ocorre. A bomba peniana causa o crescimento do pênis devido à ampliação da circulação sanguínea. Contudo, esse efeito perdura por, no máximo, dois ou três dias. Logo, o homem sempre precisará fazer os exercícios para manter o pênis com essas dimensões. Abaixo, imagem de um modelo manual de bomba peniana:

bomba-peniana-para-aumentar-o-penis

Um ponto importante sobre as bombas penianas consiste no fato de que elas não são um método para aumentar o pênis, mas sim uma consequência. Esses itens também são uma excelente opção para homens que estejam não estejam tendo ereções satisfatórias, como nos casos de disfunção erétil.

Se utilizada sem exageros, a bomba peniana poderá ser muito benéfica. Ela deve ser usada por, no máximo, 15 minutos por dia, e se o dispositivo for mantido no pênis por duas ou mais horas, ele poderá acabar se tornando nocivo. O ideal é usar a bomba em dias alternados, totalizando cerca de 3 dias por semana, assim, não é recomendável utilizá-la diariamente. Afinal, conforme mencionado anteriormente, o efeito proporcionado pelo dispositivo se estende por cerca de dois dias.

No que diz respeito à espessura do pênis, um dos poucos métodos realmente capazes de causar alguma diferença consiste no uso da bomba peniana. Os demais, em sua maioria, apenas acabam esticando o pênis ou gerando uma ilusão de ótica.

Existem bombas penianas manuais e elétricas comercializadas pelos mais variados preços. Desse modo, se você acha seu pênis pequeno, vale a pena testar essa alternativa.

Para saber mais sobre as bombas penianas, clique aqui.

4) Uso de extensores

Além da bomba peniana, há outro aparelho igualmente interessante: os extensores penianos, que surgiram entre os indianos que praticam a extensão do lingam (pênis). Você já viu foto de homens pendurando uma pedra no pênis? Se sim, é mais ou menos essa a intenção dos tensores. A seguir, imagem de um extensor aplicado à um molde peniano:

alongador-peniano-faz-crescer-o-pinto

Enquanto uma parte do extensor fica presa na base do pênis, a outra é alocada logo abaixo da glande, e no intervalo entre essas regiões são parafusadas pequenas barras de ferro, as quais possuem diversos tamanhos e podem ser trocadas conforme necessário.

O tensor alonga os corpos cavernosos e a musculatura peniana, e seu uso controlado pode propiciar o aumento do pênis em alguns centímetros. O ideal é permanecer com o tensor durante algumas horas por dia. Porém, seu uso excessivo poderá comprometer a ereção. Assim, se houver interesse em utilizá-lo, é recomendável consultar previamente um médico. Embora alguns profissionais da saúde abominem o uso do tensor, outros até o indicam, ensinando a utilizá-lo de uma maneira que seja menos nociva.

Para saber mais sobre os extensores penianos, leia este artigo.

5) Uso de próteses de silicone

Há alguns problemas graves relacionados a próteses de silicone para pênis, e elas podem, inclusive, inutilizar o pênis, deixando-o grande, mas sem possibilidade de uso.

6) Uso de capas penianas

capa-peniana-para-aumentar-o-penis

A espessura do pênis poderá ser ampliada mediante o uso de capas penianas. Elas são fáceis de usar, não comprometem a sensibilidade (se as glandes que acompanham alguns modelos ficarem na parte externa) e geralmente são muito prazerosas para as mulheres devido a uma série de atrativos, como as variadas texturas.

Comments are closed